30 de maio de 2010

Divinas Imagens - Parte IV

Fotografias de Socorro Carvalho

O Divino Ilumina as Casas - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

O Divino Ilumina as Casas - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Mel da Serenata - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

A Cantoria Atravessa a Cidade - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Procissão Luminosa - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Procissão Luminosa - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Procissão Luminosa - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Procissão Luminosa - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Divino Esplendor - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Cortejo - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Igreja - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Igreja - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

27 de maio de 2010

Divinas Imagens - Parte III

Fotografias de Clidenor Paz

Monumento ao Divino Espírito Santo, em concreto armado, com 5m de altura, criado por Edmundo Barroso. Construído através de doações de integrantes de pastorais da Paróquia de São Gonçalo, de Amarante(PI)
Visão Noturna

Saída do Cortejo Imperial, no bairro Vila Nova - Festa do Divino 2010

Meninas Concentradas - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Divino Sobre os Ombros - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Temor de Deus - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

As Flores Acolhem o Divino - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Divino em Cores - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

O Céu e o Divino - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Sob o Sol de Amarante - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Igreja Emoldurada - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Divino Anoitecer - Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)

Divinas Imagens - Parte II

Fotografias de Sérgio Barroso

Procissão Luminosa, saindo da residência de D. Mary Vieira (Av. Des. Amaral)


Procissão Luminosa, saindo da residência de D. Mary Vieira (Av. Des. Amaral)


Procissão Luminosa, saindo da residência de D. Mary Vieira (Av. Des. Amaral)


Procissão Luminosa, saindo da residência de D. Mary Vieira (Av. Des. Amaral)

- Festa do Divino - Amarante (PI)/2010

Oração do Pe. Neto - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

A Bandeira - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

26 de maio de 2010

Divinas Imagens - Parte I

Fotografias de A.C. Nunes-Carvalho

Descanso das Meninas - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Divino na Rua Da Costa e Silva - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

Um Olhar Altivo - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

O Cortejo Imperial - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

A Igreja Aguarda o Cortejo - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

O Cortejo Segue em Frente - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

O Divino Pede Passagem - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

O Divino Pede Passagem II - Festa do Divino - Amarante(PI)/2010

25 de maio de 2010

Milagres do Divino Espírito Santo

Por A.C. Nunes-Carvalho


Durante muitos anos, prevaleceu em Amarante a cultura da segregação racial. Moradores das regiões periféricas da cidade (Vila Nova, Areias, etc.), cuja raça era predominantemente negra, eram excluídos de certas atividades, que envolviam, principalmente, o convívio com o seleto grupo de brancos, ricos, que habitavam a Avenida Desembargador Amaral.

Cazé Oleiro, cujas moringas eram utensílios indispensáveis aos amarantinos do início do século XX, jamais pisou no interior das residências dos abastados moradores da avenida principal, que solicitavam costumeiramente seus serviços. Os mosaicos incrustados na cerâmica que revestia o piso do interior das nobres casas, não conheceriam os passos do artesão! As relações comerciais com tais clientes não passavam da "porta da rua". Certamente, a cor de sua pele contribuíra para minimizar sua importância social, entretanto, o fruto de seu trabalho era bastante apreciado. A prova de tal afirmativa encontra-se no Museu de Amarante. Alguns exemplares assinados pelo artesão estão expostos no museu e ficarão para a posteridade.

Cazé Oleiro casou-se com Evangelina Pereira (D. Vanja), irmã de Luzia Pereira e Josefa Pereira (D. Dedé). As três irmãs eram filhas de Isidoro José Plácido, operário devoto de Santa Luzia e do Divino Espírito Santo. Depois de sua morte, a Festa do Divino passou a ser um encargo de D. Dedé.

Alguns anos depois, Marcelino Barroso, neto de Luzia Pereira, inaugurara o Museu do Divino de D. Dedé, localizado na Av. Des. Amaral, antigo reduto da nobreza amarantina. Juntamente com as festeiras Mundinha e Mariquinha Pereira (filhas de D. Vanja e Cazé Oleiro), Marcelino Barroso continua a tradição de fé, iniciada por seus antepassados, destruindo, enfim, a barreira preconceituosa que separava a Vila Nova da avenida principal.


11 de maio de 2010

Festa do Divino 2010 - Amarante(PI)


PROGRAMAÇÃO

16/05
- 08:00 às 12:00h: Retiro Preparatório da Festa do Divino (residência do Sr. Gentil Eustórgio)

20/05
- 19:00h: Procissão Luminosa, saindo do Bairro Areias (residência de D. Socorro Santos)

21/05
- 19:00h: Procissão Luminosa, saindo do Bairro Vila Nova (residência de D. Olinda Santos)
- 21:00h: Serenata do Prof. Melquíades Barroso, saindo do Bairro Vila Nova

22/05
- 19:00h: Procissão Luminosa, saindo da residência de D. Mary Vieira (Av. Des. Amaral)
- 20:00h: Canto das alvoradas do Divino da Vila Nova (beco de D. Dedé)

23/05
- 07:00h: Peregrinações de Nossa Senhora, saindo de todos os Bairros para a Escadaria
- 07:30h: Grande Cortejo do Divino, saindo do Bairro Vila Nova para a Escadaria
- 08:00h: Encontro das Peregrinações de N. Senhora e do Cortejo do Divino, na Escadaria, seguindo para a Igreja Matriz
- 08:30h: Missa Solene de Pentecostes, na Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante
- 19:00h: Terço do Divino, na residência da Profa. Mundinha Costa (bairro Vila Nova)

9 de maio de 2010

O Divino de Amarante (canção)
Por A.C. Nunes-Carvalho

Salvai, salvai o menino na hora da morte, salvai
Porque a promessa é bendita
E a oração é poderosa
Divina Luz, salvai

Acorda Divino Espírito
Ilumina as manhãs dessa gente
A alvorada anuncia Tua chegada
E os cantadores preparam seus repentes

Os mordomos iniciam o peditório
O Império se ergue em irmandade
E como os três rios que atravessam a cidade
Oh, abre a porta que o cortejo pede passagem

Soam as caixas,
Levantam-se as bandeiras
A folia canta
E a chama opera seus milagres

Salvai, salvai o menino na hora da morte, salvai
Porque a promessa é bendita
E a oração é poderosa
Divina Luz, salvai


Divino Espírito Santo (Oração)
Por A.C. Nunes-Carvalho

Espírito Santo, iluminai a vossa Igreja
E dai graças àqueles que caminham retamente
Cheios do sopro inspirador
Assim como os apóstolos que receberam no Cenáculo
Os vossos sete dons
Divina luz, consolai o coração dos fiéis
E inspirai neles o vosso espírito de glória
Enquanto aguardam em oração
A vossa infinita misericórdia.